Review Morbius: Origem, alguns acertos e vários erros



Morbius chegou aos cinemas e bom, infelizmente não é tudo aquilo que queríamos.

Jared Leto mais uma vez, prejudicado por um roteiro picotado e e muito mediano, mas, novamente, entregando tudo que pode para dar vida a um personagem que até então não era tão visto pela grande maioria.

A fórmula é repetida sem medo, só que de forma ainda mais sóbria, sem espaço pras piadas que vieram junto com Venom e Eddie Brock. De certa forma, é uma obra muito mais consistente, empenhada em criar um conto sombrio a lá O Médico e o Monstro com um gostinho de Marvel. Mas poderia ter aprendido com o diretor de Venom a cativar mais o publico, pois os críticos já estariam perdidos. 

Morbius tem vários erros, roteiro nitidamente picotado, prolongamento de cenas que tiram o ritmo da trama e um antagonista que não transmite nada. Nem medo, nem raiva ou repugno. O longa sofre do mesmo problema que "Venom 2 - Tempo de Carnificina", a pressa de fazer uma boa bilheteria mas esquecendo que além de uma sequencia rápida e cheia de energia, precisamos também de um roteiro envolvente, que nos prenda aos personagens, que apresente brutalidade, descoberta e cuidado nos passos. Mas diferentemente do seu  antecessor, Morbius conseguiu me deixar inquieto e entediado, pois perde tempo com cenas sem proposito algum que não seja um dialogo descartável, que poderia ter sido convertido em momentos com mais referencias do Homem Aranha, enfim revelando qual Homem Aranha está naquele universo ou dando voz e espaço a personagens como a Doutora Martine Bencroft ou o para o Dr. Nicholas. 

Dentro dos pontos bons, Morbius tem pontos parecidos com o primeiro Venom. O longa tem a qualidade incrível de efeitos visuais, que varias vezes me deixou maluco e de boca aberta. Trilha sonora, sequencias de luta e algumas descobertas do personagem são muito bem aproveitadas, e apesar de bem escuro, o filme não passa pelo problema que alguns filmes tem com cenas a noite. Morbius entrega perfeitamente a ideia de historia de origem e faz diversas referencias as hqs do personagem e aos filmes do Venom, que como já sabíamos, esta no mesmo universo que o vampirão. E diferentemente do antagonista, de Morbius, por varias vezes, você sente um medo correndo pela espinha e no momento  da transformação do  médico em monstro, você se ajeita na cadeira pra não perder aquela sequência linda de carnificina desenfreada, muito bem desenhada e produzida.

No fim, não é um filme digno de Oscar, mas também não merece um tapa do Will Smith (eu não podia deixar passar). Vai ser um filme para se assistir na sessão da tarde ou num domingo com a família, quando o intuito for apenas se divertir e ver algo legal. E bom, no fim de tudo, se você for um bom fã do Homem Aranha, vai ficar dando gritinhos de emoção, pois, ELES VEM AI!!!! 

Morbius estreia em 1 de Abril nos cinemas e NÃO SAIA ANTES DOS CRÉDITOS FINAIS. 

Postar um comentário

Copyright © Bunker Nove. Criação OddThemes Designer Marcio Oliveira Designer