Review l Kaito: Reze Por Uma Boa Morte - O apocalipse como você nunca viu


Curte o fim do mundo com bilhões de mortos voltando a vida em forma de ghouls sedentos por carne humana? Então Kaito do autor Bruno Crispim é perfeito pra você.


O Livro conta a historia de Kaito, que depois de aprontar uma loucura por amor, foi mandado para morar com a avó em Tóquio. Filho de um japonês e de uma sul-africana, ele nunca achou o seu lugar no mundo e divide seu tempo entre games e a paixão por sua melhor amiga Clara.


A partir dai, o apocalipse toma conta de tudo e cada minuto passado com Kaito e sua prima Ayka (meu deus, o choque de não conseguir escolher um shipp só é dificil kkk), e a cada esquina a morte aguarda de uma forma diferente, e bom, digamos que morrer, passou a ser tão normal quanto respirar.


Durante a leitura de Kaito, você vai se arrepiando com cada informação que vai sendo passada, desde um romance proibido, com uma narrativa que te prende e te faz duvidar se aquilo mesmo é tão errado, até uma assassina mirim torturando o nosso protagonista e rindo de escárnio como um coringa de 8 anos.


Bom, no livro, o apocalipse é quase um rpg na vida real, misturado com o fim dos tempos cristão, onde demonios, anjos, arcanjos e tudo mais existe, e bom, você precisa lutar, vencer, matar e conquistar almas para estar cada dia mais forte, e isso é mostrado da forma mais inteligente possível, com uma narrativa tão maleavel e gostosa que mesmo que você não seja o maior fã de animes, jogos e etc, você consegue entender perfeitamente tudo que esta acontecendo.


Kaito vai te levando a modos extremos, num momento a raiva, no outro a dor de ver que nosso protagonista apenas sofre e sofre, e no momento seguinte um ranço temporário se instala. O personagem vai evoluindo como protagonista, passando por maus bocados durante toda historia e até mesmo cativando figuras históricas do catolicismo, que quando você ligar o "apelido" que só é usado para amigos, a figura, certamente vai pular no sofá.

Bom, sem dar mais spoilers, Kaito - Reze Por Uma Boa Morte, se tornou um dos meus livros favoritos, e me ganhou desde o começo com toda narrativa sem precedentes, historia criativa e original, momentos de tensão, momentos de dor (se preparem para sentir a dor dos personagens em momentos agoniantes) e, momentos de pensar: "uuuuh, meu garoto vai se dar bem". Por momentos onde eu só soube berrar, momentos mais que emocionantes e personagens que te fazem se apaixonar a cada virgula, cada momentozinho de dialogo, que você reza para que eles morram sem sentir dor e muito, muito mais!


O Livro é publicado pela editora Ronin e eu só tenhoa a gradecer os caras e ao Bruno Crispim, por essa experiência EXTRAORDINÁRIA.


Apartir de agora vou testar um método novo, e vou postar aqui as minhas reações. E a minha reação lendo Kaito é a seguinte:

Postar um comentário

Copyright © Bunker Nove. Criação OddThemes Designer Marcio Oliveira Designer